Cartão de Prata ao Prof. Dr. José Cássio Soares Hungria -UNIFIEO – Projeto de Decreto Legislativo 02/2006


Câmara Municipal de Osasco


PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO N° 02 / 2006

                                     “Dispõe sobre a concessão de Cartão de Prata”

A Câmara Municipal de Osasco decreta:

Art. 1°. Fica concedido “Cartão de Prata” ao Prof. Dr. José Cássio Soares Hungria, Magnífico Reitor da Fundação Instituto de Ensino para Osasco – FIEO, em reconhecimento à postura sempre destaca nas ações empreendidas pela citada  Fundação e, em especial, pela decisão do uso de papel reciclado nos impressos daquela Instituição.

“Homenagem da Câmara Municipal de Osasco ao Prof. Dr. José Cássio Soares Hungria, Magnífico Reitor da Fundação Instituto de Ensino para Osasco – FIEO, pela adoção do uso de papel reciclado nos impressos da Fundação.”

Art. 2°. A honraria de que trata o art. 1° será entregue em Sessão Solene especialmente convocada para esse fim.

Art.3°. As despesas decorrentes com a execução do presidente Decreto Legislativo correrão por conta das dotações orçamentárias próprias.

Art. 4°. Este Decreto Legislativo entra em vigor na data de sua publicação.

                Sala de Sessões Tiradentes, 21 de Fevereiro  de 2006.

BOGNAR
-vereador-


 

JUSTIFICATIVA

Muito nos preocupam as questões ambientais e, a utilização do papel reciclado é uma forma simples e eficaz que ajuda a preservar a natureza de forma racionar e sustentável.

Tanto é que já apresentamos nesta Casa de Leis, o Projeto de Lei n° 115/2005, que versa sobre a utilização de papel reciclado na Administração Pública Municipal, e, naquela oportunidade, resumimos poucas mas importantes razões para que se adote a reciclagem do papel, a saber:

- reduzir os custos de matéria-prima, pois a pasta de papel reciclado pode substituir uma enorme quantidade de pasta, mecânica e química;

- economizar recursos naturais tais como madeira, água, petróleo e eletricidade;

- melhorar a competitividade das usinas que utilizam matérias-primas recicladas;

- estimular as fábricas e aumentar a taxa de reciclagem em sua produção;

- criar novo mercado de trabalho com catadores de papel, sucateiros, donos de depósitos, aparistas, organizadores em associações, empresas ou cooperativas;

- diminuir custos de coleta e tratamento do lixo.

A atitude da Fundação Instituto de Ensino para Osasco- FIEO, foi noticiada na página 5, da Edição n° 112, da publicação “FIEO EM FIEO”, cujo texto, por si só, justificativa o mérito da presente honraria, que a seguir transcrevemos:

“FIEO PRESERVA O MEIO AMBIENTE. Uma das primeiras iniciativas da Pró-Reitoria Administrativa para o biênio 2006/2007, foi adotar novas referências no consumo de bens materiais, no caso de papel utilizado nos impressos da Instituição. De olho no futuro, a FIEO incentiva a reciclagem e o aproveitamento de resíduos e, a partir de então, passa a produzir toda papelaria em papel reciclado. No processo de reciclagem, as fibras de celuloso já existentes são reaproveitadas, evitando-se assim a derrubada de novas árvores. Além disso, estudos mostram que a produção de reciclado consome cerca de 50% menos de papel, utiliza 50 vezes menos água e reduz a poluição do ar em 95%. É a FIEO fazendo a sua parte!”

Sala de Sessões Tiradentes, 21 de fevereiro de 2006.

BOGNAR
-vereador-


Entrega de Cartão de Prata ao Prof. Dr. José Cássio Soares Hungria

Data: 21/06/2006

Dia 21/06/06, no anfiteatro do Centro Universitário FIEO – UNIFIEO, campus Vila Yara, realizou-se sessão solene de autoria do vereador Sebastião Bognar, para outogar Cartão de Prata ao Prof. Dr. José Cássio Soares Hungria, em reconhecimento aos relevantes e inestimáveis serviços prestados ao povo de nosso município.

A solenidade foi presidida pelo vereador José Barbosa Coelho (também presidente da Câmara) e secretariada pelo vereador Antônio Aparecido Toniolo.

O evento contou com a presença dos vereadores Dr. André Sacco Jr, Cláudio Piteri, Aluísio da Silva Pinheiro, vereador licenciado Marcos Lopes Martins, prefeito Emidio de Souza, Gelso Aparecido de Lima (Secretário de Governo e Comunicação), Roberto Trapp (Chefe de Gabinete e Presidente do I.P.M.O) e Carlos Marx Alves (secretário do Meio Ambiente).

Estiveram presentes também as seguintes personalidades:

Guaçu Piteri (Ex-Prefeito & Professor da Unifieo), Sra. Nancy Marcon Bognar (esposa do Vereador Bognar), Dr. Nilton Silveira Simões Junior (Procurador da Justiça do Estado de São Paulo e Coordenador da Faculdade de Direito da Unifieo), Desembargador Dr. Franco Cocuzza, Camila Hungria (filha do homenageado), Anderson Alves (TV Clic e Rádio Terra), Rosana Marcon Bognar (filha do Vereador Bognar), Raquel Marcon Bognar (filha do Vereador Bognar), Ari Marcelo (professor da Unifieo), Sra. Zóia Vilar Campos (professora), Mariana Hungria (ouvidoria Unifieo), Eliana Garcia (jornalista da revista Fieo em Foco), Antonio Sérgio Pacheco Mercier (professor da Unifieo), Roque Aparecido (Secretário da Cultura de Osasco), Silas Bortolosso (ex-Prefeito de Osasco), Francisco Venosa Jr. (conselheiro da Unifieo), Maria Giselda De Souza Pinto Hungria (esposa do homenageado), Tereza Soares Hungria e Maria Célia Soares Hungria De Luca (filhas do homenageado), Leonel José Raneri (gerente Agência Bradesco), Claudecir Antonio Da Dall´Água (gerente Regional Bradesco), Tenente-Coronel Ildefonso Bezerra Falcão Junior (Comandante do 2º BPE), Dr. Valdecir Magdanelo (Delegado de Polícia Titular do 10º D.P. & Professor Da Unifieo), Dr. Armando Mathias Braz (Diretor da Associação Rosa dos Ventos – ex-Procurador da P.M. Osasco), Viviane Penco (noiva do Vereador Cláudio Piteri), Luiz Fernando Falcão (Superintendente da Unifieo), Clara Faria (Diretora do Jornal A Rua), Maria Bernadete S. Santana Piteri (Chefe do Departamento de Ciências Adm. de Negócios da Unifieo), Fábio de Lucca (genro do homenageado e engenheiro civil), Awdruhey Makjhello (representante dos alunos da Unifieo).

A esposa do homenageado, Sra. Maria Giselda de Souza Pinto Hungria, recebeu um buquê de flores das mãos da Sra. Nancy Marcon Bognar, esposa do vereador Sebastião Bognar.

 

Mesa Diretora

Fotos: Maurício Viel/Cerimonial CMO

Antônio Toniolo (esq.), prefeito Emidio de Souza, vereador José Barbosa (presidente), Dr. Hungria e vereador Sebastião Bognar.

 

Uso da Palavra

Vereador Sebastião Bognar

Vereador Cláudio Piteri

Marcos Martins

Prefeito Emidio de Souza

Vereador José Barbosa

Prof. Dr. José C. S. Hungria

 

   

Outorga da Honraria

O homenageado José Cássio S. Hungria recebe Cartão de
Prata da mãos da Mesa-Diretora

 

José Cássio Soares Hungria e a
reciclagem de papel na Unifieo

O processo de reciclagem de papel consiste na utilização do papel velho para obtenção do papel novo. Era uma prática limitada até o final da década de sessenta. Nessa época, a preocupação crescente com a poluição ambiental incentivou o reaproveitamento de detritos sólidos. A reciclagem também recebeu o apoio de grupos conservacionistas que insistiam na melhor proteção dos recursos naturais.

No processo de reciclagem, as fibras de celulose já existentes são reaproveitadas, evitando-se assim a derrubada de novas árvores. Além disso, estudos mostram que a produção de reciclado consome cerca de 50% menos de papel, utiliza 50 vezes menos água e reduz a poluição do ar em 95%.

O papel leva três a seis meses para se decompor na natureza. Algumas razões para que se recicle o papel:

  • Reduzir custos de abastecimento em matérias primas. A pasta de papel reciclado pode substituir uma enorme quantidade de pasta mecânica e química.

  • Economizar recursos naturais: madeira, água, petróleo e eletricidade.

  • Melhorar a competitividade das usinas que utilizam matérias-primas recicladas.

  • Estimular as fábricas e aumentar a taxa de reciclagem em sua produção.

  • Criar empregos: catadores de papéis, sucaterias, donos de depósitos, aparistas e industriais.

  • Diminuir custos de coleta e tratamento do lixo.

O papel pode ser reciclado várias vezes, dependendo do tamanho de suas fibras. Esse processo pode ocorrer de forma artesanal ou industrial. Para aproximadamente 50 quilos de papel reciclado, poupa-se o corte de uma árvore.

Uma das primeiras iniciativas da Pró-Reitoria Administrativa da Unifieo para o biênio 2006/2007 foi adotar novas referências no consumo de bens materiais, no caso o papel utilizado nos impressos da Instituição. De olho no futuro, a Unifieo incentiva a reciclagem e o aproveitamento de resíduos e, a partir de
então, passa a produzir toda sua papelaria em papel reciclado.

Fonte da notícia: http:http://www.camaraosasco.sp.gov.br/eventos/2006/0621.htm

 

Fonte Unifieo